Acesso Rápido
Conheça a UFT
PRÓ-REITORIAS
CURSOS
CAMPI
Home
Campus Universitário de Gurupi Imprimir E-mail

O Campus Universitário de Gurupi oferece os seguintes cursos:  Agronomia e Engenharia Florestal 

 

Agronomia

O curso de graduação em Agronomia tem como objetivo formar profissionais que dominem amplamente os conteúdos científicos e tecnológicos da área e que estejam atentos às questões sociais e políticas. A preparação desses profissionais deverá proporcionar capacidade criativa e crítica, habilidade para gerar tecnologias e condições para atender e implementar a transição do modelo agrícola atual para uma agricultura compatível com os interesses sociais da comunidade, integrada permanente e harmonicamente com a natureza e com o homem. O título a ser conferido será o de Engenheiro Agrônomo, com suas atribuições regulamentadas pelo Sistema CONFEA/CREA.

 

Perfil e campo de atuação do profissional em formado em Agronomia:

 

O Engenheiro Agrônomo poderá atuar: em diversas áreas de pesquisa científica, ensino e extensão, em instituições públicas e privadas, bem como ser profissional autônomo;

nas áreas de ensino, pesquisa e extensão empregando tecnologias avançadas no setor agropecuário; na resolução de problemas identificados, propor soluções e inovações a partir das necessidades locais, regional e nacional; em todos os setores da agropecuária, propondo políticas de desenvolvimento, visando uma atividade sustentável em qualquer região que desenvolver seu trabalho profissional.   (Estrutura curricular no Catálogo de cursos de graduação -  www.uft.edu.br).

 

Engenharia Florestal

O curso de Engenharia Florestal da UFT objetiva a formação de profissionais habilitados a proteger o meio ambiente, planejar, organizar e dirigir o uso dos recursos florestais em benefício da sociedade, sem deixar de conservar o equilíbrio dos ecossistemas.

 

Perfil e campo de atuação do profissional formado em Engenharia Florestal:

 

O profissional formado em Engenharia Florestal deve conhecer profundamente o ecossistema florestal, suas inter-relações com a biosfera, e as causas e conseqüências das alterações dos padrões normais dessa organização; ter atuação profissional de amplo espectro, como operacionalização planejada da floresta, visando à extração, utilização racional e a conservação; a recuperação de áreas degradadas ou devastadas; a conscientização da sociedade quanto à necessidade de convivência harmoniosa com os recursos naturais. Esse profissional pode atuar como profissional liberal, como profissional de empresas privadas e em órgãos públicos em todos os espaços físicos, seja em capitais e principalmente no interior. Como profissional liberal, tem como atribuição a elaboração de projetos de manejo florestal, consultoria na área de agro-ecossistemas e florestal, produção de mudas, exploração e comércio racional sustentável de madeira, elaboração de projetos de parques e jardins, planejamento, gerenciamento e monitoramento de arborização e florestas urbanas e rurais, podendo ainda atuar em Organizações não-governamentais (ONGs), em projetos ambientais nas diversas áreas da ciência florestal. No setor privado, pode atuar em serrarias e na recuperação de áreas degradadas, por ser o estado grande produtor de artigos madeireiros. Também pode suprir a deficiência no setor público, nos governos federal, estaduais e municipais, como docente e ou pesquisador, pois existe um mercado potencial na pesquisa, ensino e extensão, além da necessária fiscalização.  (Estrutura curricular no Catálogo de cursos de graduação -  www.uft.edu.br).


 

Avaliação Desempenho 2013

Acesso à Informação

Calendários Acadêmicos




 





 



Reuni Aprovado

Image

 
Planejamento EstratégicoTransparência PúblicaIntercâmbioCAVAndifesCPA